PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL


Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

A televisão e o rádio nos anos 60

Televisão nos anos 60

A televisão ganha força na década de 60, como fonte de inovação e modernidade. A tecnologia foi o principal ponto e partida para que o veículo ganhasse poder de fogo. A mídia televisiva fisgou e consolidou seu público com programas de auditório e telenovelas, que foram baseados nos principais modelos de sucesso do rádio. A Diferenciação do novo meio de comunicação era iludibriador, pois a junção de imagem e som fascinava o público em geral.Surgiram com a TV, comunicadores como Chacrinha, Hebe Camargo e Flávio Cavalcante, que se destacaram no cenário televisivo rapidamente devido à simpatia e forte presença de palco.

O Estado investiu fundo na área da telecomunicação brasileira, fornecendo fundos para a compra de equipamentos e infra-estrutura adequada. O objetivo era atingir o maior número de telespectadores possível. Com isso já somavam 200 mil aparelhos de televisão no país. Novelas que eram a sensação do rádio, foram adaptadas para o veículo televisivo, como "O Direito de Nascer", exibida pela TV Rio. A Rede Record, investia fundo na música e ganhou seu espaço no cenário nacional, com o 1º Festival da Música Popular Brasileira e o programa "Jovem Guarda",que tinha como um de seus apresentadores o Rei Roberto Carlos.A década de 60, foi o marco da ascensão da Televisão no Brasil e proporcionou a transformação em massa dos meio de comunicação do país.


Começa o uso do videoteipe e os comerciais que eram feitos na improvisação, como no rádio, passam a serem gravados. Em 1964, o governo disponibiliza um percentual de 36.0 de verba para a televisão, pois visava acelerar a circulação de capital e outras questões de interesse próprio deste. E os aparelhos receptivos de TV, já passam de um milhão. É através da televisão, que os brasileiros podem visualizar a chegada do homem a lua, em julho de 1969. É também neste ano que a Globo, rompe com a estrangeira Time Life e prepara-se para se tornar uma emissora nacional. Se fossemos citar os anos de ouro da TV, poderíamos dizer que ocorreram em 60, pois foi nessa década que a TV trouxe para o Brasil, o mundo.

Rádio anos 60

O Rádio foi por um longo tempo o companheiro inseparável dos brasileiros que se reuniam ao redor do veículo para jogar conversa fora ou mesmo efetuar a refeição noturna. O veículo era massivo e conquistador, pois tinha o poder de mexer com a imaginação do ouvinte, além de ser formador de opinião. O custo de um parelho de rádio era também mais acessível a família brasileira do que o de TV. Entretanto o veículo perdeu força na década de 60, devido a ascensão da Televisão. Os artistas que antes eram sensação no rádio, foram transportados, em sua grande maioria, para a TV.


Com isso o veículo teve que reformular toda sua estrutura e criar novos mecanismos de atração para o ouvinte. Os programas de auditório são substituídos então, pelos serviços e utilidade pública. Surgem as rádio Fm, fazendo com que a música ganhe força ímpar. Em 1962, acontece a primeira transmissão via satélite e em novembro do mesmo ano, é criada a Associação Brasileira de Rádio e Televisão (ABERT). A tecnologia diminui o tamanho dos equipamentos e o rádio ganha, maior agilidade e qualidade nas transmissões. O radiojornalismo toma força e o público torna-se mais atuante. Nos dias atuais o rádio toma outros caminhos e busca espaço em novas segmentações como a internet e está sempre se adaptando a novas formas de comunicar.




Fonte: Paloma Viricio http://palomaviricio.blogspot.com.br/

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...