PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL



Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

Cachaças Mineiras, ô trem bão sô !

Turma, viagem pra Minas sempre tem cachacinha no meio. Achei legal publicar isso porque faz parte até de um folclore. São 3 cachaças, cada uma com suas curiosidades, mas não esqueça beba com moderação, e se beber NÃO DIRIJA !

Os preços abaixo podem ter sido alterados !



-1- HAVANA – Esse rabo-de-foguete de 47% (foto) de volume alcoólico, é uma cachaça da região de Salinas que mudou de nome passando a se chamar ANÍSIO SANTIAGO, em homenagem ao criador da danada. Dizem que nada mudou, apenas o rótulo. Dizem, porque uma garrafa desse trem, COM RÓTULO NOVO, custa por volta de R$ 200,00 não é fácil encontrar alguém que bebe frequentemente dessa fonte. Não sei se por esse motivo, foi criado um estranho fenômeno: A garrafa com o RÓTULO ANTIGO virou peça de colecionador e para obter uma ocê pricisa desembolsar uma bagatela que varia de 500 a 1000 reais. ÓPROCEVÊ.




-2- SÉCULO XVIII – Na foto ao lado, garrafa da direita, abaixo do nome está escrito “Engenho Boa Vista – Coronel Xavier Chaves-MG”. Diz a lenda que esta pinga é bebida desde a época do Brasil colônia e que o próprio Tiradentes dava uns tragos nessa belezura









 3   -   Vale Verde – Cachaça mais fina que a número 2, no rótulo pode-se ler “Envelhecida 3 anos em tonéis de carvalho”, o que tira a acidez da bichinha e também faz subir o preço e a suavidade no paladar. Veja que na número 2 o líquido é transparente, sinal que não foi descansada antes da venda, saiu direto da produção para distribuição. Aqui ele já é um pouco amarelado, justamente por conta da cor da madeira que “pegou” na Vale Verde.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...