PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL


Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

A moda e seus estilos cativantes nos anos 60

Bianca e Verônica usam vestido Cosh, arco de cabeça Claudia Marisguia, pulseiras em acrílico Aramez,brincos Mary Design

Quem nunca se encantou por uma peça com a onipresente estampa geométrica? E elas estão sempre indo e voltando às passarelas. Pois saiba que os grafismos, que acabam de voltar, têm uma longa história.

Uma das referências estéticas mais marcantes da década de 60, a Optical Art arrebatou a moda naquele tempo. O termo, que designava obras do artista húngaro Victor Vasarely - representante máximo desse estilo artístico - foi criado em 1964 pela revista Time.

É que as obras de Vasarely, mesmo tendo sido produzidas a partir dos anos 30, foram se popularizar da metade para o fim da década de 50, quando as linhas retas e a limpeza das formas começaram a ganhar força pelo mundo.

A Op Art invadiu não só a moda, mas a decoração, o design gráfico, a arquitetura e tudo o que pudesse ter alguma influência estética durante aqueles anos.

Assim, os vestidos de silhueta "A", a minissaia de Mary Quant (estilista inglesa que criou a peça), os ternos femininos e os shapes retilíneos daquele momento combinavam perfeitamente com as estampas geométricas e os grafismos que dominavam o imaginário sessentista.

Esse visual foi tão marcante para a história da moda que basta olharmos uma imagem fashion da época para, de cara, identificarmos os anos 1960. E isso vale também para quem nasceu muito antes ou depois deles.

Se a Biba (marca inglesa fundada em 1964, em Londres) era a grife referência naquele tempo, a Louis Vuitton, uma das maiores lançadoras das fashion trends da atualidade, revisitou os chamados swinging sixties em sua Primavera/Verão 2013, para provar, mais uma vez, que a moda é cíclica.

O Pandora não ficou de fora e trouxe sua versão da garota sessentista com o melhor da geometria, das linhas retas e da feminilidade da época. Confira o ensaio.







Fonte: Informações O Tempo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...