PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL


Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

10 razões da infidelidade masculina aos olhos da ciência


Tanto mulheres quanto homens são infiéis, mas com freqüência, são os últimos que reincidem muitas vezes ou que pelo menos costumam dizer que sim. Um estudo da Universidade de Göttingen na Alemanha revela as 10 razões de porque os homens são infiéis e enganam uma e outra vez suas parceiras. Esta é uma explicação, digamos, cientifica dos motivos por trás da infidelidade masculina.

01- Falta de inteligência

Isto pode soar um pouco irreverente, mas foi demonstrado cientificamente, graças a um estudo realizado pela Universidade de Londres, que os homens infiéis não são tão inteligentes quanto suas fiéis congêneres.

A explicação: a história da evolução da monogamia é considerada um conceito relativamente novo, e os homens mais inteligentes entendem isto mais claramente do que os menos inteligentes. Ademais, os homens inteligentes podem reconhecer as vantagens proporcionadas por uma relação exclusiva e não a colocariam em perigo de forma tão irresponsável.


02- O poder provoca infidelidade

Encontramos homens infiéis em todas as classes sociais e níveis salariais -assim como também mulheres infiéis-. Os homens que têm um grande poder profissionalmente tendem a trair suas parceiras mais facilmente. As razões: a sensação viciante do poder e a constante confirmação de seu próprio sucesso na área trabalhista, leva-os a buscar a mesma situação fora dela, isto é, com outras mulheres.


03- A rotina diária

É bom, às vezes, encolher-se juntos debaixo de um cobertor no sofá e ficar zapeando entre os programas de televisão. Mas se seus planos de fim de semana são sempre comendo em frente da televisão, então existe um grande perigo de infidelidade.

Os homens que vivem dentro de uma relação pouco variada, tendem com mais frequência a das suas escapadelas. Estar com outras mulheres dá aos homens que levam uma relação muito rotineira, o sentimento de ser admirado pois almejam com urgência a auto-afirmação.


04- Diferença nos salários

Isto pode ser difícil de crer, mas de acordo a um estudo da Universidade de Cornell em Ithaka (USA), os homens que são dependentes economicamente de suas mulheres cometem cinco vezes mais infidelidade do que os homens que têm rendimentos similares ao de seu casal.


05- A crise do terceiro ano

Se você sempre pensou que o sétimo ano de relação é o mais crítico, então se equivocou feio. Segundo os resultados de um estudo da Universidade de Göttingen, que compilou a opinião de 2.600 traídos e 3.334 infiéis, o perigo de cometer uma infidelidade é bem mais provável no terceiro ano da vida em casal. Nos homens este perigo fica latente até o sétimo ano de relação e nas mulheres até o sexto quando ambos baixam o facho.


06- A frustração coloca em risco o prazer do casamento

Um efeito secundário da frustração diária resulta também na diminuição da paixão em muitas relações sólidas. O erotismo diminui estrepitosamente em vez de aumentar à hora de amar, e a taxa de infidelidade aumenta dramaticamente.

O resultado do estudo mostrou claramente que quatro em cada cinco pesquisados optou por dar um pulo na cerca, porque estavam insatisfeitos sexualmente em seu relacionamento. A verdade é que isto acontece muitas vezes pela falta de comunicação.


07- Viver em grandes cidades

A infidelidade ocorre em todos lados, mas a taxa de homens infiéis que vivem em cidades que não dormem é maior dos que vivem em cidades pequenas. A dificuldade de que sejam descobertos termina sendo a grande oportunidade de ser infiéis reiteradas vezes.


08- A oportunidade faz o infiel

Muitas vezes a infidelidade é questão de minutos: O desejo de ter sexo com uma outra mulher viver à margem do perigo e da aventura é bastante atraente. A razão para trair sem muito esforço e sem necessidade geralmente acontece quando geralmente a esposa vai visitar a família e o marido tem a chance de dar uma fugidinha na balada.


09- Medo de comprometer-se

O medo de se comprometer é tão velho quanto o homem: por um lado, os homens almejam ter uma relação estável e segura com uma mulher, mas por outro, seu medo de ser dependente de uma relação monogâmica com emoções intensas os leva a optar por relações ocasionas onde as amarras não são teias de julgamento e nem algemas de liberdade.


10- A gravidez

A Universidade do Colorado (EUA) descobriu em um estudo que quando a mulher está grávida, a possibilidade de infidelidade de seu casal deve ser multiplicada por cinco, mas isso só deve ser levado a termo se já existia algum problema no relacionamento.




Fonte:Informações biglistasdanet.blogspot.com.br

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...