PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL



Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

As 5 mortes mais bizarras durante o Sexo


1.Sexo com Cadáver
Um homem de 30 anos chamado Robert Ashitey estava a fazer amor com seu parceiro de 75 anos de idade , na escadaria do prédio, em Gana. Robert nem sequer notou mas seu parceiro tinha morrido e ele continuou a relação sem perceber. Só parou quando o porteiro do prédio apareceu, percebeu o que estava a acontecer e Robert bateu na cabeça do seu parceiro com uma vara (não sei que vara é essa). Robert foi levado a julgamento por homicídio.

2.Virgens e Mortos
Os japoneses Sachi e Tomio Hidaka eram virgens até os 34 anos de idade. Recatados e puritanos, eles se guardaram para a lua-de-mel, na qual teriam uma noite de amor única em suas vidas. Foi bem isso que aconteceu: ambos morreram do coração durante a consumação do ato.

3.Sexo Animal
Em 2005, um homem foi encontrado morto em seu rancho , em Washington. Foi descoberto que ele tinha morrido de hemorragia interna depois de ter tido relações sexuais com seu cavalo. A polícia investigou e logo descobriu que o homem fazia parte de cultos perturbadores onde participava regularmente em bestialismo. Também foi encontrado no seu armazém uma grande quantidade de pornografia com animais . Foi tanta a bizarrice em torno deste caso, que ninguém foi acusado após o incidente.
4.Cuidado com o carro ligado
Em 1999, o jogador de futebol romeno Mario Bugeanu e sua namorada chegaram em casa com fome de amor e nem desceram do carro. Partiram para os finalmentes ali mesmo, dentro do carro dele que estava em uma garagem fechada. Eles só se esqueceram de desligar o motor e antes que dessem conta do que acontecia, morreram intoxicados com o monóxido de carbono que saía do escapamento do motor.

5.Morte Musical
 Se um dia rolar de você for a São Francisco, na Califórnia (EUA), visite um bar chamado Condor e se prepare para impressionar os amigos com esta bizarra história de sexo, morte e música. O Condor foi o primeiro bar nos Estados Unidos a permitir que as dançarinas fizessem seus números com os seios de fora, mas, além disso, também serviu de palco para um dos mais bizarros casos de morte ligadas à sexo.
Em uma noite de novembro de 1983, o porteiro Jimmy Ferrozzo, que tinha um caso com uma das dançarinas da casa chamada Theresa Hill, decidiu que transar sobre o piano seria uma boa ideia.O piano do Condor era famoso por descer do teto para que o pianista entrasse no palco em grande estilo.

No meio do furor do sexo, os dois esbarraram no mecanismo e antes que eles pudessem perceber, o piano foi subindo em direção ao teto e esmagou o corpo de Ferrozzo, que morreu na hora.Ferrozzo ainda conseguiu salvar a amada e com os braços impediu que a dançarina fosse esmagada também. Por isso, Theresa ficou presa entre o teto e o cadáver de Ferrozo até que o faxineiro aparecesse para limpar o lugar na manhã seguinte.






Fonte:pontaderiso.com.br

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...