PEDIR SUA MÚSICA

CLIQUE AQUI E FAÇA SEU PEDIDO MUSICAL



Mostre para seus amigos o que você está ouvindo aqui, eles poderão ouvir no Facebook, compartilhe nosso player.


.
.

O Complexo de Cinderela

"Uns sapatos que ficam bem numa pessoa são pequenos para outra; não existe uma receita para a vida que sirva para todos."

Carl G. Jung        



A idade e a descoberta da verdade

   É na maturidade que ela vivenciará com mais precisão o resultado do complexo - às vezes viúva ou divorciada a mulher sente que poderia ter feito mais por si mesma enquanto pode.      
   Algumas Cinderelas assumem o papel de protetora dos filhos, do marido e de demais parentes que aparecer, isso serve para dar-lhes um pouco de autoestima.
  Enquanto cuida dos outros a mulher Cinderela abandona a si mesma (ninguém cuida dela), com isso irá responsabilizar o marido e demais por não ter vida própria.
    
   Estado de desamparo aprendido

   Algumas mulheres Cinderelas não conseguem enxergar outra forma de viver sem depender de outra pessoa, um exemplo facilmente visto é quando ela sofre espancamento e mesmo assim não faz a denúncia. Teme que com a prisão do esposo possa passar dificuldades, sente-se culpada e envergonhada.
  A mulher que não tem certeza quanto ao seu valor mesmo sendo capaz, poderá sentir que a situação saiu do controle e com isso parará de reagir, entrando em estado de desamparo aprendido.
  
   A Cinderela no relacionamento

   A mulher Cinderela age no relacionamento igual à Cinderela do desenho, pois se deixa escravizar.
         Ela costumamente não tem um relacionamento “de igual para igual”.  Ela sempre se doa mais e recebe de menos.
   Muitas vezes por sentir medo assume um estado de carência para ter segurança.
   Também costuma sentir-se culpada, mesmo quando o parceiro é injusto em suas atitudes.
         A mulher Cinderela é capaz de se submeter ao ato sexual só para agradar o parceiro, no qual é capaz de fingir que está sentindo prazer.
   Também pode deixar de gastar o seu próprio dinheiro consigo mesma devido a críticas do parceiro, mesmo que ele pague drinks para os amigos sem economizar.

   O príncipe da Cinderela parece um sapo

   O príncipe escolhido pela Cinderela geralmente é aquele que a trata com desconsideração.
   Com os amigos o príncipe tem o comportamento contrário, mesmo observando isto, ela não faz nada a respeito.
   O parceiro pode comportar-se de forma cruel, mesmo ela dando-se conta do maltrato é capaz de pensar “Quero conseguir aguentar até que ele mude.”. 
   "Pior de tudo" – Ela poderá fantasiar que o parceiro não suportará se ela o largar.
      
   A mulher com aparência forte e atitudes de Cinderela

  Muitas vezes a Cinderela poderá esconder esse lado frágil e se usará de diversas máscaras para ocultar o que realmente lhe aflige.
        Então, não estranhe se algum dia se deparar com aquela mulher admirável, com aparência forte, independente, porque dentro dela poderá haver uma parte que clama por amor, proteção e ajuda.

    A esperança da Cinderela
      
    A Cinderela sonhadora espera que algo no mundo externo resolva seus problemas, essa solução mágica poderá ser um príncipe em forma de sapo, um amigo falso e uma fada madrinha medonha.
   Ao colocar-se nas mãos do outro para ser cuidada ela responsabiliza o mundo pelas suas realizações, pois é onde acredita que está a força e o vigor, ao invés de partir para a conquista.

   A mulher Cinderela se torna a principal inimiga de si mesmo

   Ao pensar como Cinderela a mulher se coloca num cativeiro, no qual se torna a verdadeira bruxa de si mesma.
   Mas por quê?
  A mulher vive muito abaixo do que deveria, mesmo que tenha inteligência e até formação, não usufrue do verdadeiro potencial que possue.
   No complexo de Cinderela quanto mais capaz mais ansiosa é a mulher?
   O medo exagerado nunca está de acordo com a realidade e muito menos está relacionado com a capacidade da mulher. Considerando que o medo anda atrelado com a ansiedade - a Cinderela é ansiosa.
         Não é difícil ver uma Cinderela atribuindo seu próprio êxito a coisas externas e não a ela própria, por exemplo:
   “Consegui isto por sorte”
   “Deu certo porque tinha que acontecer”
   “Eu não sou inteligente, simplesmente arrisquei”.
  A Cinderela tem muita dificuldade em receber reconhecimento, o oposto de uma mulher com autoestima e confiante que agradece um elogio e reconhece sua capacidade.

    Vencendo a Cinderela interna
      
   Para vencer o complexo de Cinderela é preciso que a mulher identifique o efeito negativo das suas decisões.

   Ela precisa saber também se não é o caso de estar com medo de experimentar algo novo e por isso se comporta de modo a inferiorizar-se.
   Poderia ser de outra forma? O que perderia? O que ganharia sendo menos dependente?
   Saber reconhecer o quanto se está contribuindo para a dependência e para a fraqueza, poderá ser crucial para o crescimento.
   Quando ocorre a conscientização a possibilidade de mudar está aberta.
      
   Sendo assim,  quando uma pessoa reprime algo que não deveria; acaba gastando mais energia para se conter, que poderia ser mais bem direcionada para a realização de atitudes mais positivas.
   A mulher vence o complexo de Cinderela quando não precisa se apegar a fantasias grandiosas, porque ela sabe do é capaz de fazer no presente para viver bem.
      
   A mulher vence o complexo de Cinderela quando não precisa mais manipular o ambiente para ganhar proteção, pois ela mesma se mantem.
   A mulher vence o complexo de Cinderela - quando passa a utilizar o seu potencial para ser independente no que quer SER.
          
   "Sua vida muda com o seu comportamento e não apenas com seus sonhos."
   Maria  Cristina Santos Araujo



Fonte: www.psicorientação.com


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...